A Minha Casinha… A Original…

Toda a gente conhece a musica a Minha Casinha dos Xutos e Pontapés, mas o que muito pouca gente sabe é que essa é uma das poucas músicas que não é um original do Xutos e Pontapés, mas sim da autoria de Silva Tavares e música de António Melo. Música esta que ficou conhecida ao ser cantada por Milú no filme Costa do Castelo.

A letra original é a seguinte:

Que saudades eu já tinha
Da minha alegre casinha
Tão modesta como eu
Como é bom meu Deus morar
Assim num primeiro andar
A contar vindo do céu

O meu quarto lembra um ninho
E o seu tecto é tão baixinho
Que eu ao ir p’ra me deitar
Abro a porta em tom discreto
Digo sempre senhor tecto
Por favor deixe-me entrar

Tudo podem ter os nobres
Ou os ricos de algum dia
Mas quase sempre o lar dos pobres …
Tem mais alegria

De manhã salto da cama
E ao som dos pregões de Alfama
Trato de me levantar
Porque o Sol meu namorado
Rompe as frestas do telhado
E a sorrir vem me acordar

Corro então toda ladina
Minha casa pequenina
Bem dizendo o solo cristão
Deitar cedo e cedo erguer
Dá saúde e faz crescer
Diz o povo e tem razão

Tudo podem ter os nobres
Ou os ricos de algum dia
Mas quase sempre o lar dos pobres
Tem mais alegria


O que os Xutos e Pontapés fizeram na década de 80 foi dar uma nova roupagem a esta música histórica de modo a ir de encontro aos seus objectivos musicais. A versão dos Xutos e Pontapés fez e continua a fazer furor entre quem a ouve e é impossível ser contagiado pelas vibrações que a música emana, o que distingue da versão Original.

A Letra da autoria dos Xutos e Pontapés é a seguinte:

 

As saudades que eu já tinha
Da minha alegre casinha
Tão modesta quanto eu.

Meu deus como é bom morar
Modesto primeiro andar
A contar vindo do céu.

As saudades que eu já tinha
Da minha alegre casinha
Tão modesta quanto eu.

Meu deus como é bom morar
Modesto primeiro andar
A contar vindo do céu.

As saudades que eu já tinha
Da minha alegre casinha
Tão modesta quanto eu.

Meu deus como é bom morar
Modesto primeiro andar
A contar vindo do céu.

La ra la la la la la la
La ra la la la la la la

As saudades que eu já tinha
Da minha alegre casinha
Tão modesta quanto eu.

Meu Deus como é bom morar
Modesto primeiro andar
A contar vindo do céu.

…do céu,
…do céu,
…do céu.

 

Quer seja uma versão ou outra são uma pequena amostra do que vale a música nacional, quer seja no presente como em tempos passados.

Leave a Reply