Alex Zanardi: O Melhor Exemplo de “Querer é Poder”

Zanardi 14 2

Porque “Querer é Poder” nunca uma frase tão bem encaixou no percurso de vida de uma pessoa, (Alex) Alessandro Zanardi.

Nascido a 23 de Outubro de 1966 em Bolonha Itália, Alex Zanardi é um exemplo de vida, um exemplo de paixão pelo Desporto Automóvel e pela vida.

Piloto profissional esteve envolvido na Fórmula 1 entre 1991 e 1999 passando pelas equipas Jordan, Minardi, Lotus e Williams. Mas a sua vida viria a mudar em 2001 quando pilotava um Reynard de Champ Car (CART) que lhe amputou literalmente as duas pernas.


O acidente foi extremamente violento colocando-o em sério risco de vida e tendo de ser reanimado 7 vezes até chegar à unidade hospitalar, mas Alex Zanardi não largou a vida.

Depois de uma longa e difícil recuperação regressou à Competição Automóvel, mais propriamente ao WTCC entre 2005 e 2009 com a BMW onde venceu por 3 vezes.

Apesar de parecer até pouco, 3 vitórias em 5 épocas no WTCC, mas temos de compreender o facto de ser um campeonato extremamente competitivo e de Zanardi usar 2 próteses no lugar das pernas o que levou a grandes alterações nos controlos mecânicos do automóvel e que consequentemente levou a uma adaptação.

Mas a força de vontade de vencer não ficou por aqui. Em 2007 adoptou o paraciclismo como desporto tendo estado nos Jogos Paralímpicos de Londres de 2012 onde conquistou 3 medalhas, duas de ouro e uma de prata no ciclismo paralímpico H4.

Agora com 47 ainda não está disposto a parar e está de volta à competição automóvel com a BMW na Blancpain GT Sprint Series. Inserido na equipa ROAL muito conhecida por suportar Tom Coronel no WTCC irá pilotar um BWM Z4 GT3 especialmente equipado para as suas necessidades especiais.

A sua rapidez não foi diminuida pelo acidente, mas sobretudo a sua vontade de querer e de conseguir foi de sobremaneira engrandecida, o que o torna um grande exemplo de vida….

Isto tudo porque “Querer é Poder”…

2 Responses to “Alex Zanardi: O Melhor Exemplo de “Querer é Poder””

  1. Os sentimentos nem sempre são racionais, mas podem ser lógicos.

  2. Concordo que possam até nem ser racionais, mas tem sempre uma lógica (certa ou errada)…

Leave a Reply