É Inevitável…

É inevitável que todos precisemos de desabafar de vez em quando. Mais verdade ainda é a facilidade com que mais depressa desabafamos com um qualquer desconhecido do que com um amigo ou mesmo conhecido até.

Amigos, conhecem-nos de um modo ou de outro, estão regularmente connosco e por esse mesmo motivo vão sempre guardar o desabafo ou pelo menos a ideia dele para sempre. O que torna inevitável que este tenha em conta um desabafo do tipo “A minha vida está uma merda” num determinado momento sempre que me veja ou esteja em contacto comigo.

Com um desconhecido é exactamente o contrário, certamente nunca mais o irei ver na vida e este esquecer-se-à de que “A minha vida está uma merda” em pouco tempo.

No fundo desabafar com um desconhecido é como vomitar para um saco e atirá-lo pela janela de um carro em alta velocidade.

De uma forma geral desabafar com um amigo é vomitar para um saco, atirá-lo pela janela de um carro em andamento e ter a sorte de acertar exactamente na pessoa que vai a caminhar no passeio. Já com um desconhecido o saco cai no meio da floresta, sem que nunca ninguém saiba que este existiu.

Por vezes apercebemos-nos de que alguns dos nossos melhores amigos são por vezes desconhecidos depois de termos um desabafo com eles. Depois de lançar o saco de vómito, o carro afasta-se, mas depois volta.

A amizade entre duas pessoas tem de ser capaz de carregar alguns sacos de vómito, de os fechar e enterrar num qualquer aterro sanitário. Na verdade, o Amor também…

Leave a Reply