Pensamentos – 19/11/2013

Madrugada deveria ser para qualquer uma pessoa reservada para dormir e descançar, não para divagar sobre tudo e nada como acontece comigo.

Dormir de manhã sabe tão melhor, é impressionante. Preguiça arrasta preguiça e eu sei bem o que isso é.

Esta noite enquanto esperava o sono, pensava em muitas coisas. Não em estudar, não em mulheres ou namoradas, mas sim em tudo que tenha um volante, um motor e quatro ou mais rodas.

Agora que o que terminou o WRC 2013 ganho pelo Francês Seb. Ogier sem qualquer dificuldade, pensei sobre a qualidade demonstrada pela recém chegada VW World Rally Team.

O Dakar 2014 também foi motivo de pensamento e de “sonho”, sendo que um projecto assente num Gigante de 9 toneladas sobre as areias de um deserto deixa um brilhozinho nos olhos impossível de disfarçar.

Pensei em como a Bandeira Nacional subiu novamente ao Pódium no GP de Macau, quer por Tiago Monteiro no WTCC e pelo António Félix da Costa na Fórmula 3. Não esquecendo a boa prestação do Aguiarense André Pirees nas Motos.

O perigo está sempre implícito no desporto motorizado e a morte do companheiro de equipa de Rúben Faria, Kurt Caselli na Baja 1000 da Califórnia enquanto se preparava para o Dakar 2014, fez-me reflectir sobre o perigo.

Apesar do perigo implícito pelo desporto automóvel todos os pilotos e apaixonados pela modalidade aceitam sem vacilar o perigo, esquecendo-o completamente quando estão a competir.

A mecânica assombra-me imaginando toda e qualquer peça mecânica e a sua importância, levando-me para pensamentos longínquos.

São estas as minhas madrugadas em que a vontade de dormir é significativamente reduzida.

Leave a Reply