Dos Pensamentos Mais Parvos, Nascem as Grandes Ideias…

Pensar… Faz parte do nosso dia-a-dia e é inevitável descolar-mo-nos desta acção. Uns mais outros, outros menos, uns durante a manhã, outros mais ao final do dia ou mesmo durante a madrugada. Uns inconscientemente enquanto “dormem”, outros enquanto comem, tomam banho, corrrem, andam, ou mesmo enquanto fazem as suas necessidades fisiológias sentados no trono de porcelana.

Ideias são ideias, e muitas vezes as ideias mais parvas e loucas são as grandes ideias. Sou um pensador. De um modo ou de outro considero-me um pensador, mas hoje dei por mim a pensar numa ideia “pequenina” mas que não descansei todo o dia enquanto não a consegui colocar em prática, ou pelo menos tê-la a funcionar enquanto conceito e projecto…

Sem ideias, limitamo-nos a seguir a corrente. E quem segue a corrente é despejado no mar ou fica agarrado às margens sem nunca atingir o sucesso. Ideias são para por em prática, porque se nunca tentarmos nunca saberemos se resulta ou não…

Querer é (quase) poder, mas quem não tenta nunca conseguirá de certo, e passará o resto do tempo a lamentar-se por nunca ter tentado…

Os loucos estão certos e é preciso ouvi-los… É preciso jogar de novo e arriscar…

Sapo: VII Codebits

Acordei praticamente agora, 14:30h de 13 de Abril de 2014 após 12 horas a dormir que nem uma pedra tentando repor todo o sono adiado durante os 3 dias de Codebits 2014.

Podia ter estado 3 dias a curtir e a beber com os amigos, mas não. Escollhi estar 3 dias entre amigos e desconhecidos, a aprender, desenvolver e também divertir-me na VII Edição do Sapo Codebits. Aquele que é o maior evento tecnológico em Portugal e que reúne os melhor da área em diversas actividades.

Num ambiente colorido, de azáfama e ao mesmo tempo de acalmia entre mesas repletas de computadores e de gente a dormitar sobre os puff’s em qualquer canto e esquina toda a gente tem o mesmo objectivo, Ser Inovador.

Esta Edição teve um sabor particularmente especial, com o desenvolvimento de um “mini” jogo para Smartphones Windows Phone que me queimou uns quantos neurónios, me privou de muitas horas de sono mas que me ensinou muito.

 


Em jeito de conclusão, sim, eu gosto de me divertir e muitas coisas mais mas um dia ainda quero “Dominar o mundo”…

“Coding have the Magical Power to Make Your Devices do What You Want them to do!”

PS: E que para o ano hajam novamente as meninas da “Nescafé Dolce Gusto, “Microsoft”, “Caixa Mágica” e todas as outras….

Um Dia…. Vou Dominar o Mundo!

 
 
 

“Coding have the Magical Power to Make Your Devices do What You Want them to do!”

 
 
 

Nuno e os Milhares de Separadores Abertos no Browsers

milhares ded separadores

Por várias vezes já comentaram acerca do excesso de separadores que tenho abertos nos Browsers do meu computador.

Bem eu uso diáriamente dois Browsers em simultâneo, o Google Chrome para as actividades normais, onde tenho sempre abertos separadores para o fórum Zwame, agregador PlanetGeek, Facebook, Twitter, Google Plus, Google Reader, SIDE, Gmail, Hotmail, fórum Lusorobótica, Portugal@Programar, Autosport e agora em tempo de Dakar os tempos em directo, isto sem contar com as ínumeras páginas de noticias interessantes que vou abrindo para ler ao longo do dia, o que facilmente se traduz em 38 separadores abertos em simultâneo. E uso o Firefox para o controlo de estatísticas e manutenção dos meus blog’s, O.Cantinho.da.Programação, O.Porquê.de.Tudo e Assombro.de.um.(In)Consistente o que se traduz em mais 8 separadores abertos.

Poderá ser um abuso, mas vivemos numa era multi-tarefa em que ninguém usa apenas uma página de Internet ou aplicação de cada vez, e é por esse mesmo motivo que eu me habituei a ter tudo o que costumo consultar aberto e pronto a aceder e consultar.

São manias de um Geek é um facto, mas já não consigo viver sem toda esta panóplia de separadores abertos, mesmo que todos os outros digam que nunca conseguiriam orientar-se no meio de tantos separadores.

Quem Passa Muito Tempo em Frente ao Computador Morre Mais Cedo

O estudo concluiu que quem esteve sentado durante anos 11 horas por dia, no computador, ou a ver TV, tem mais 40% de probabilidades de vir a morrer nos próximos três anos do que quem esteve menos tempo sentado. O estudo contemplou as respostas de 220 mil australianos com mais de 45 anos e tem em conta outras variáveis, como a idade, saúde ou peso do inquirido. Os investigadores explicam ainda que nem mesmo quem passe o dia todo sentado e depois vá ao ginásio para curtas sessões de exercício físico tem melhores probabilidades.”

Fonte:

Ao que parece vou ter uma morte precoce, pois passo várias horas diárias em frente ao computador. Tal como se está com os amigos eu estou com o computador. Concluindo, eu sou um Geek, Nerd o que me queiram chamar, simplesmente sou viciado.

Se eu morrer nos próximos anos, irei bloggar de onde estiver e confirmar que todas as horas que passei ao computador me mataram mais cedo!