Vodafone Rally de Portugal 2015: O Regresso às Origens

IMG_8100

14 anos passaram desde que o ainda chamado TAP Rally de Portugal tinha pisado terras nortenhas pela última vez, mas 2015 foi o ano do regresso às origens.

4 dias de elevada competição automóvel em alguns dos mais bonitos troços de Rally do Mundo inteiro. Quem é que se pode dar ao luxo de ter um troço (Viana do Castelo) com o Oceano Atlântico como pano de fundo? Pronto existe no SATA Rally dos Açores, mas bolas… Isso também é em Portugal… =)

Tal como já bem sendo hábito e a impossibilidade de resistir ao bichinho do desporto automóvel lá fiz a romaria até aos troços, primeiro até Ponte de Lima que acabou por ser neutralizado a meio devido a um incêndio florestal, depois para o troço do Marão e por fim para  mítico troço de Fafe / Lameirinha.

No troço de Fafe / Lameirinha estava montada a enorme “Cidade” que já vem sendo hábito e que levou milhares de pessoas até as serras de Fafe..

Porque a paixão pelo desporto automóvel é imensurável e como já dizia o sábio Jorge Palma “Enquanto Houver Pernas p’ra Andar, A Gente Vai Continuar…”

 

Rally de Portugal de Regresso ao Norte do País!!!

552502_386982761325510_301055866_n
Muita tinta já correu sobre este assunto, muitas discusões foram alimentadas pelos bairrismos do Norte contra o Sul, mas o que é certo que pouca gente sabe as verdadeiras razões para que Portugal em 2001 tenha ficado sem o WRC e só o tenha recuperado em 2007 no Sul do País.

Em 2001 Portugal sofria um dos Invernos mais rigorosos de que há memória, ano que ficou sobretudo marcado pela tragédia de Entre-os-Rios a 4 de Março e uns dias depois entre 8 e 11 de Março por um conjunto de condições adversas que ajudavam a ditar a retirada do WRC de Portugal, sim aquele que por muitos fora apelidado do melhor Rally do Mundo.

No fundo e o que muito pouca gente sabe é que o Rally de Portugal não foi retirado do Calendário do WRC por apenas um factor, mas sim por um conjunto de factores bastante relevantes por sinal. O mau tempo, aliado a troços completamente impraticáveis por causa da lama, público um pouco inconsciente e mal colocado foram dois motivos relevantes, mas não os únicos.

Mais uma vez os Alemães tiveram que meter a mão no assunto e andavam na corrida por um lugar no Calendário do WRC e aproveitaram a Edição de 2001 do Rally de Portugal onde tudo o que era possível correu mal, e fazendo-se valer do seu poderio como País arrebataram o seu lugar no calendário do WRC deixando Portugal de fora até 2007.

Em 2007 o ACP conseguiu voltar a ter uma prova “piloto” a contar para o Mundial de Rallys em solo Nacional, só que devido a interesses económicos, de turismo e outras coisas mais foi levado para o Sul do País. Foi então que rios de tinta se começaram a escrever entre comparações do velho Rally de Portugal a Norte e do “novo” Rally de Portugal a Sul.

Sou amante incondicional de desporto automóvel e de Rally’s, assisti ao velhinho Rally de Portugal a Norte, e rumei depois a Sul na sua segunda vida, e não sou capaz de os comparar! O Rally no Sul não é melhor nem pior que o Rally no Norte do País, é simplesmente diferente. Os troços são igualmente demolidores e desafiantes para os pilotos, cheiros de topos e curvas cegas.

IMG_2373
A grande vantagem do Rally a Sul prendia-se com o clima mais ameno e estável do agrado dos Pilotos e dos estrageiros entusiastas, que além de ver o Rally, passavam férias por assim dizendo. A capacidade hoteleira é sem dúvida muito superior o que também ajudava um pouco, assim como o forte apoio das autarquias na realização do Rally.

Em 2012 o ACP começou a experimentar novamente uma fórmula do Rally mais a Norte com a realização do WRC Fafe Rally Sprint, que foi um autêntico sucesso e se tem realizado até a data, percorrendo os 6 últimos quilómetros da antiga especial de Fafe – Lameirinha! A moldura humana e ambiente vivido são fantásticos, pelo que deu força ao ACP para voltar a tentar uma Edição do Rally de Portugal a Norte.

Falhou em 2014, mas foi hoje garantido para 2015. Sim em 2015 o Rally de Portugal será realizado a Norte, muitas das antigas especiais estão alteradas, asfaltadas ou com algum tipo de constrangimento, pelo que não serão todas recuperadas, como o caso das fantásticas especiais de Arganil. Mas o importante é que o Rally está de novo garantido em Portugal, seja a Norte ou a Sul do País.

O retorno económico é enorme, só batido pelo Euro 2004 pelo que o investimento de 4 milhões de euros anuais para montar o Rally de Portugal são irrisórios quando comparados com as dezenas de milhões de retorno que a prova oferece. O país ganha, o povo gosta e os amantes deliram com o Rally de Portugal!

Garanto-vos que o Colin McRae, Richard Burns e o Toivonnen estão a dar voltas no túmulo de inveja por não poderem voltar a “voar” baixinho sobre os troços do Rally de Portugal, arrancando aqueles gritos de euforia dos espectadores pela suas condução espectacular.

Vamos deixar-nos de Bairrismos e discusões inúteis sobre a localização do Rally de Portugal. No Norte, Centro ou Sul do País é em Portugal, no nosso cantinho à beira mar plantado e é em mantê-lo por cá que temos de nos preocupar.

Agora resta esperar por 2015 e que Venha o Rally de Portugal!

A Minha Namorada Disse: “Eu ou o Rally?”…

A Minha Namorada Disse: “Eu ou o Rally?” Eu Respondi: “Vou Ter Saudades Tuas…”, assim dizia a primeira tarja que avistamos no WRC Fafe Rally Sprint 2013.

Faltam pouco mais de 10 dias para a 3ª edição do WRC Fafe Rally Sprint, e nós não faltaremos.

Há vícios e vícios, mas para quem gosta de automobilismo não há melhor que o cheiro a gasolina e a borracha queimada, mas neste caso é mais adequado dizer que não há melhor que o grito agudo dos motores e sabor do pó levantado.

O WRC Fafe Rally Sprint já é uma fórmula de sucesso e a edição deste ano não será diferente, uma enorme enchente de gente nos últimos 6,5Km da antiga especial da Lameirinha onde o Salto da Pereira, a descida do Confurco e o Salto da Pedra Sentada já escreveram o nome na história do Mundial de Rally’s.

Descrever o ambiente vivido é simplesmente impossível, quem o sente, simplesmente sabe…

Que este ano se acendam de novo fogueiras nas serras de Fafe, que o ambiente pessoal aqueça ainda mais a noite fria e que o sabor do pó deixe a sua marca.

E que muitas namoradas pensem duas vezes antes de se sobreporem ao Rally! Cada um em seu lugar e o Homem tem espaço para os dois!

“Vou Ter Saudades Tuas”…

WRC Fafe Rally Sprint 2013 – Uma Autêntica Aventura

Desde sempre fui e continuo a ser um amante incondicional dos desportos motorizados, amante do cheiro a gasolina, borracha queimada, acelerações, reduções e passagens de caixa.

Portugal é um pequeno país à beira mar plantado, mas é um país que além do todo poderoso “Futebol” ainda nutre uma grande paixão pelos desportos motorizados e a moldura humana vista no passado sábado nos 6 Km finais da especial Fafe / Lameirinha foram mais do que suficientes para o comprovar, e eu fui um deles.

IMG_7105

Pouco passava das 14:00 horas de Sexta-Feira dia 5 quando nos fizemos à estrada rumo ao troço Fafe / Lameirinha na tentativa de conseguir o melhor sítio para ver. A Zona espectáculo escolhida foi a ZE 4, junto ao Salto da Pedra Sentada.

A quando da nossa chegada já muita gente se dirigia em direcção ao troço na tentativa de encontrar o melhor lugar possível. Nós em virtude da antecipação da nossa chegada conseguimos um bom local para ver, ficando mesmo em frente ao salto da Pedra Sentada permitindo a captura de excelentes imagens e sensações.

IMG_7481

O Ambiente vivido entre a noite de Sexta-Feira, madrugada e dia de Sábado foi absolutamente fantástico. Milhares de pessoas rendidas ao encantos das melhores máquinas de rally. Estima-se que tenham estado mais de 125 mil pessoas a assistir, mas não passam apenas de números, ao vivo é realmente muita gente.

Por todo o lado havia tendas, gente e bandeiras das mais variadas localidades e países, incluindo a nossa bandeira do Concelho de Vila Pouca de Aguiar ladeada pela Bandeira Nacional.

IMG_7492

Várias tarjas envergavam as mais cómicas frases que sem possam imaginar acerca do WRC, coisas como: “Mais Rally, Menos Futebol”, “Sintam a Diferença” e “A minha Namorada Disse: “Eu ou o Rally” – Resposta: “Vou ter Saudades Tuas!”

As noites de Fafe / Lameirinha são frias, tão frias que até as fogueiras menos atiçadas teimavam em não arder.

IMG_7498

A tarde de Sábado foi marcada pelas 3 passagens dos concorrentes pelo mítico troço de Fafe / Lameirinha, encarando o Salto da Pedra Sentada com muito coração o que permitiu alguns dos melhores saltos de sempre.

Apesar do muito frio, da espera foi uma aventura incrível e inesquecível. Que em 2014 voltemos a Fafe / Lameirinha, mas desta vez para assistir ao Mundial de Rally’s.

Falta 1 Mês: WRC Fafe Rally Sprint 2013

541799_386970944660025_339214824_n

Falta exactamente 1 mês para o dia da romaria a Fafe. Como não poderia deixar de ser e depois da verdadeira enchente que se verificou no ano passado o WRC Fafe Rally Sprint está de volta ao mítico troço de Fafe / Lameirinha, com o seu carismático salto da Pereira, descida do Confurco e o corajoso salto da Pedra sentada.

Mais do que um evento automobilístico o WRC Fafe Rally Sprint é uma festa, festa essa impossível de imaginar para quem nunca esteve presente. Há e tal num estádio de futebol estão 60 mil pessoal em ambiente de festa e tal é o desporto rei. Mas será que são capazes de sentir a força da paixão de 500 mil pessoas? Sim meio milhão?

Gostos não se discutem, e enquanto uns nutrem a paixão pelo Futebol outros são mais adeptos do automobilismo e neste caso pelos Rally’s. 2013 não será diferente e marcarei presença no evento, faça frio, chuva ou sol.

A fórmula para o sucesso, espectáculo e festa está lançada, agora é só esperar pelo dia, e acreditem que já sonho com este dia faz algum tempo.

Seja como for, voltarão a acender-se fogueiras nas noites frias das serra de Fafe…

No Ano passado foi assim! Como será este ano? Provavelmente uma festa ainda maior. Este ano acredito que sejamos meio Milhão em Fafe.

WRC Fafe Rally Sprint….