Vícios e Vícios: 24h Le Mans 2015

a153597large-4146
Nada somos sem as nossas pequenas coisas, sem os nossos pequenos vícios e paixões. Para uns louco, obstinado e persistente, mas o vício e a paixão pelo desporto motorizado é maior que tudo e seria impensável perder aquela que é considerada a maior prova desportiva do mundo pela BBC a par dos Jogos Olímpicos. As 24H de Le Mans são o pináculo do desenvolvimento mecânico do desporto automóvel, uma corrida de resistência que mais parece uma corrida de sprint de 24H.

Pilotos e máquinas percorrem o mítico traçado de La Sarthe, circuito este que com os seus 13,680 Km circundam a pequena cidade de Le Mans no sul de França.

Como Português e patriota, defendo com afinco as cores Nacionais assim como os nossos pilotos que por muito “desconhecidos” que sejam da generalidade de pessoas, sim, Portugal é ainda um país de “futeboleiros”. Nesta edição de 2015 as cores Nacionais estão representadas pelo Filipe Albuquerque, Tiago Monteiro, Pedro Lamy, João Barbosa e Rui Águas.

Pouco mais de 6 Horas passaram desde o arranque e os Portugueses já escreveram o seu nome na Histórias das 24H de Le Mans, mais concretamente Filipe Albuquerque que tripula o Audi R18 e-tron quattro nº 9 que não só conseguiu atacar os Porsche, como também bateu duas vezes o recorde da volta mais rápida em corrida.

Albuquerque fez duas voltas mais rápidas seguidas, a primeira em 3m18,477s e a segunda em 3m17,647s. Não só o português conseguiu bater o recorde da configuração atual, feita em 2010 por Loïc Duval, no Peugeot 908, em 3m19,074s, como também bateu os 3m18,4s de Pedro Rodríguez num Porsche 917, feito numa versão mais curta e sem chicanes na reta Mulsanne, recorde existente desde 1971.

lemans

Mais uma vez a noite adivinha-se difícil, mas ao mesmo tempo empolgante o que motiva ainda mais o seguimento da prova a par-e-passo. Desta vez apenas pela TV, e live-timming na Internet, mas sem nunca perder o sonho de um dia estar pessoalmente em Le Mans…

E que amanhã tenhamos a bandeira Portuguesa no lugar mais alto do pódio…

Força Filipe Albuquerque, Tiago Monteiro, Pedro Lamy, João Barbosa e Rui Águas….

Leave a Reply